Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Política e Mercado

Notícias

22 de jun | Jornal O PODER

Ex-ministro preso - Ribeiro é investigado por liberação no FNDE

Ex-ministro da Educação Milton Ribeiro foi preso hoje pela Polícia Federal, em Santos, no âmbito de uma operação, batizada de Acesso Pago, que investiga a prática de tráfico de influência e corrupção na liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao MEC.

PF LEVA EX-MINISTRO PARA BRASÍLIA
À tarde, ele foi levado pela Polícia Federal de Santos a São Paulo e da capital paulista para Brasília, onde será ouvido ainda hoje pelos policiais. Amanhã participa de uma audiência de custódia na Justiça Federal do DF.

VERBAS DO MEC
A prisão de Ribeiro foi determinada pela Justiça por causa de um suposto envolvimento em um esquema para liberação de verbas do MEC. O ex-ministro é investigado por suspeita de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

ÁUDIO COMPROMETE
A investigação envolve um áudio no qual Ribeiro dizia liberar verbas da pasta por indicação de dois pastores, Gilmar Santos e Arilton Moura, a pedido de Bolsonaro. "Foi um pedido especial que o presidente da República fez para mim sobre a questão do [pastor] Gilmar", disse o ministro no áudio.

DENÚNCIA DE PROPINA
Alguns prefeitos também denunciaram pedidos de propina – em dinheiro e em ouro – em troca da liberação de recursos para os municípios. Milton Ribeiro disse que pediu apuração dessas denúncias à Controladoria-Geral da União.

SEM FAVORECIMENTO
Ribeiro já havia prestado depoimento à PF no final de março, quando confirmou que recebeu o pastor Gilmar a pedido de Bolsonaro. No entanto, ele negou que tenha ocorrido qualquer tipo favorecimento.


* Com o G1