Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Política e Mercado

Notícias

21 de jun | Magno Martins

Política - Coluna de Magno Martins - Bivar sem fé em Tebet

O pré-candidato do União Brasil à Presidência da República, Luciano Bivar, tem dúvidas se o MDB confirmará a candidatura da senadora Simone Tebet (MS) ao Palácio do Planalto. O seu partido defendia a chamada 3ª via, mas decidiu abandonar as negociações de uma coligação com MDB, PSDB e Cidadania para lançar um candidato próprio. “Quem trabalhou para criar uma candidatura única, que vocês [da mídia] chamam de 3ª via, foi o União Brasil. Quando vimos que tanto o candidato do MDB quanto do PSDB não tinham o aval de suas direções nacionais, nós entendemos que seria difícil a gente continuar", afirmou.

MÁRCIO NA PARADA
O ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), garante que a “tendência” é disputar o Governo paulista nas eleições de 2022. Disse também que tem “mais preparo” do que os outros pré-candidatos para a função. Em dado momento, França assegurou que seria candidato a governador. “É claro que sou candidato. Eu tive mais de 10 milhões de votos na eleição passada. Foi uma disputa muito acirrada com o Doria. Naturalmente, com o Doria saindo do Governo e tendo um desgaste que todo mundo acompanhou, é meio natural que eu seja candidato para colocar em prática aquilo que tive pouco tempo para colocar", disse, em entrevista ao Roda Viva de ontem.

SEM INTERFERÊNCIAS
De acordo com França, o ex-presidente Lula não pediu para que abrisse mão da candidatura para apoiar o ex-ministro Fernando Haddad, nome petista para o Palácio dos Bandeirantes: “O presidente Lula tem um marco muito importante na carreira dele. Disputou várias eleições, muitas vezes contra todo mundo, e todos falam: ‘O Lula jamais vai pedir para você uma coisa que ele não faria, que é deixar de disputar’. Eu confio muito nisso”, declarou.

HOMEM FORTE
A propaganda partidária do PP para Alagoas apresenta o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), como “homem forte em Brasília”, responsável pelo Auxílio Brasil, programa que substituiu o Bolsa Família, e pelo envio de recursos para saúde, estradas, estudantes e agricultores. O vídeo apresenta também o slogan “Arthur Lira é foda”. O comercial começou a ser exibido, ontem, dentro da cota que o PP tem para a propaganda partidária no Estado.

BAHIA CARA
A Bahia é o Estado brasileiro com o litro mais caro da gasolina comum, considerando o preço médio, de R$ 8,037, segundo o levantamento mais recente da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O preço máximo para o litro da gasolina do País, no entanto, não está nos postos baianos, mas sim na capital do Rio de Janeiro: os cariocas chegaram a pagar R$ 8,990 pelo litro da gasolina no período do levantamento.