Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Política e Mercado

Notícias

12 de mai | Equipe O Poder

Justiça - Juízes no modo digital

Um estudo nacional inédito com mais de 1,8 mil juízes mostra que, apesar do processo de transformação digital do Poder Judiciário e de sua aceleração na pandemia, a maioria dos magistrados vê com reserva o uso do formato remoto para atividades como vistorias, perícias, inspeções, estudos psicossociais e sessões do tribunal do júri.

SÓ ALGUNS CASOS VIRTUAIS
No caso das sessões do tribunal do júri, 59,4% dos magistrados discordam da possibilidade de realização no formato virtual. No caso das vistorias, o número chega a 49,9%; os que concordam, entretanto, somam apenas 32,3%. Já as perícias médicas no formato não presencial enfrentam a discordância de 45,2% dos entrevistados; a parcela favorável, todavia, não ultrapassa 32%, registra o estudo da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB).

TESTEMUNHAS ON LINE
Por outro lado, na avaliação da maioria dos entrevistados, oitivas de testemunhas, depoimentos, audiências de mediação e conciliação e sessões de julgamentos podem transcorrer online sem prejuízos.

ACESSO AMPLIADO
Para 76,5% dos juízes, o acesso da população aos órgãos de justiça foi ampliado com a digitalização dos processos. Uma parcela de 79,1% dos entrevistados concorda que houve a diminuição dos custos do processo, enquanto 86,3% acreditam que as inovações simplificaram procedimentos.

REDUÇÃO DAS FILAS
Outro ponto abordado é a fila de processos, um dos principais problemas da Justiça no Brasil. Na opinião de 87,5% dos juízes, as novas tecnologias permitiram economia de tempo na tramitação das ações.


* Com o Estadão