Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Política e Mercado

Notícias

12 de mai | Equipe O Poder

Sucessão Pernambucana 1 - A estratégia perfeita de Marília

Nem sempre uma boa estratégia garante a vitória. Mas constitui um passo importante nessa direção. Nenhuma eleição é fácil. Ninguém pode cantar vitória antes do tempo. Nessa pré-sucessão Pernambucana, quatro candidatos de oposição aparecem na frente nas pesquisas. Pode mudar? Claro.
Mas o retrato do momento favorece a oposição.

AVISAMOS

Nós, do Jornal O PODER, jamais pretendemos ser donos da verdade. Apenas e tão somente, os nossos leitores estão um passo à frente na informação. Avisamos que Marília ia sair do PT. Gargalhadas. Ela saiu. Avisamos que nomes importantes da falida Frente Popular iam aderir à sua candidatura. Cortando no meio a fatia do bolo de Paulo Câmara, uma caricatura de líder, com pose de grande estadista. Péssimo governador e político pior ainda. Aconteceu.

CORTE AO MEIO

Em tese, estão com Marília lideranças como Eduardo (Dudu) da Fonte (PP), André de Paula (PSD) e Sebastião Oliveira (Avante). Esse trio é capaz de desestabilizar qualquer candidatura e definir qualquer eleição. Surpreendentemente, eles não parecem estar disputando nada entre si. Apoiam Marília com o objetivo de derrotar a falida Frente Popular e devolver Paulo Câmara ao lugar de onde nunca deveria ter saído. É, digamos, um corte de espada na cintura da falida Frente Popular.

CORTE NO PESCOÇO

A cabeça da chapa de Paulo Câmara já foi cortada ao meio. Lula foi muito claro, embora muitos não quisessem ouvir. Terá vários palanques em Pernambuco. Vai pedir votos para Danilo, Marília e João Arnaldo.
Com quem os leitores acham que Lula mais se identifica?
Danilo ou Marília?

CORTE POR BAIXO

Onde Marília vai, o povo vai atrás. Foi assim nas feiras da Mata Norte, no último final de semana. É assim aonde quer que ela vá. Minando a já apodrecida Frente Popular. Em São Caetano, importante cidade do Agreste, conquistou as oposições. A situação já está com Miguel Coelho. À Frente Popular, sobra um vereador. Um
Desafio para Anderson Ferreira e Mjguel Coelho, que também trabalham bem.
Nunca, em tempo algum, Pernambuco teve uma eleição com tamanho leque de opções.