Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Política e Mercado

Notícias

12 de mai | Equipe O Poder

Distritos de Campina - Ônibus contratados por PMCG começam a circular

Os ônibus contratados pela prefeitura de Campina Grande para transportar os passageiros dos distritos da cidade, começam a circular esta semana, atendendo a população de forma gratuita. Os ônibus começaram a circular depois de dias sem definição por parte das empresas de transporte público responsáveis pela circulação dos ônibus nos distritos do município.

SUSPENSA
A circulação de ônibus nos distritos de Campina Grande estava suspensa desde a último sábado (7), quando o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sitrans) alegou não ter condições de manter o transporte nas localidades. No mesmo dia, a Justiça concedeu uma decisão liminar determinando que as empresas de transporte público não parassem de prestar o serviço.

INTERVENÇÃO

A intervenção municipal no sistema de transporte público começou a ser considerada na última segunda-feira (9), quando após a decisão judicial, o Sitrans disse que suspendeu a circulação dos ônibus porque a prefeitura não estaria repassando o subsídio correto para o sistema de transporte público. 

JUSTIÇA
Na última sexta-feira, a juíza Silmary Alves de Queiroga Vita, da 2ª Vara de Fazenda Pública de Campina Grande, proibiu Sitrnas de suspender a circulação das linhas que ligam a cidade aos distritos. Uma intimação foi entregue pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP) ao Sitrans, mas mesmo assim, a determinação judicial não foi cumprida.

LINHAS
As linhas dos ônibus atingidas pela suspensão do Sitrans são 903-B, 910, 902 e 955, que ligam a cidade aos distritos de São José da Mata, Jenipapo, Estreito - Salgadinho e Galante. Moradores que precisam do transporte público para se deslocar dos distritos até Campina Grande .

TERMINAL

Desde esta quinta-feira, os ônibus fretados saem dos distritos e levam os passageiros para o Terminal de Integral, que fica no Centro de Campina Grande. Os moradores não precisam pagar pelo transporte até a integração, e ao chegar no local, podem ir para o local de destino, pagando a passagem normalmente.