Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Poltica e Mercado

Notcias

25 de out | CNN Brasil e Agncia Senado

CPI DA COVID - VOTAO DO RELATRIO FINAL

Ser votado amanh o relatrio final da CPI da Covid no Senado. O documento, com mais de mil pginas, deve sofrer alteraes propostas por senadores da base do Governo e pelo G7, como chamado o grupo majoritrio de senadores da comisso.

PODE SER APROVADO COM SEIS VOTOS
Aps a manifestao dos senadores, ser feita a leitura do parecer final do relator Renan Calheiros (MDB-AL), e, caso aprovado com pelo menos seis votos, a comisso no votar os relatrios paralelos. O relatrio de Renan pede o indiciamento de 62 pessoas, duas empresas e atribui ao presidente Jair Bolsonaro nove crimes, dentre eles os crimes de responsabilidade e contra a humanidade.

NARRATIVA POLTICA
Para o senador governista Marcos Rogrio (DEM-RO), a CPI criou uma narrativa poltica que busca atribuir ao Presidente da Repblica a total responsabilidade desse grave problema de sade pblica, sem, em nenhum momento, considerar a atuao dos governadores e prefeitos no enfrentamento da pandemia.

VOTO EM SEPARADO
Com 237 pginas, o voto em separado do governista Marcos Rogrio (DEM-RO) optou por no apontar nenhum indiciamento. No documento, que tem o ttulo "Vai vendo, Brasil: a narrativa de uma CPI e os crimes no investigados", o parlamentar apontou uma srie de "desacertos" cometidos pela comisso, como impedimento ao acesso de documentos sigilosos; ameaas de priso e priso ilegal; tratamento inadequado dado a advogados e desconsiderao dos requerimentos apresentados pela minoria.

DESVIOS DAS VERBAS
Segundo ele, o foco, na verdade, foi sempre atacar o presidente da Repblica, sem demonstrao de nenhum centavo desviado em contratos federais. Conforme Marcos Rogrio, boa parte dos desvios de recursos federais parece ter ocorrido na esfera estadual, em pelo menos 20 estados e no Distrito Federal.

CASO DO AMAZONAS
O campo majoritrio da CPI da Covid est dividido sobre a incluso no relatrio final de pedido de indiciamento do governador do Amazonas, Wilson Lima. O senador Eduardo Braga (MDB-AM) pretende apresentar, na prxima tera-feira (26), um voto separado de indiciamento do governador do Amazonas.

ABRIR PRECEDENTE
O receio de integrantes do G7, grupo de senadores independentes e de oposio, de que o pedido de indiciamento de um governador abre precedente para que a base governista exija que outros chefes do Poder Executivo sejam includos na lista final.
O que pode levar, por exemplo, a pedidos, pela base governista, de indiciamento do governador do Par, Helder Barbalho, do mesmo partido de Braga, ou do governador do Alagoas, Renan Filho, filho do relator Renan Calheiros (MDB-AL).

EXPLORAO DO PLANALTO
A avaliao de que o pedido de Braga acabaria dando margem para que o Palcio do Planalto explore politicamente o relatrio final, que, at o momento, na avaliao de integrantes do campo majoritrio, tem se baseado em critrios tcnicos e legais.