banner
Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Poltica e Mercado

Notcias

15 de set | Equipe O Poder

ACADEMIA PARAIBANA DE LETRAS CELEBRA 80 ANOS EM PARCERIA COM A FUNDAJ

A esttua do poeta Augusto dos Anjos (18841914) guarda o jardim dos nmeros 25 e 37 da Avenida Duque de Caxias, no Centro Histrico de Joo Pessoa. Nos imveis irmos est sediada a Academia Paraibana de Letras (APL), a mais jovem arcdia dentre os estados brasileiros. Natural de Sap, a 42 km da capital, o poeta da morte um dos paraibanos imensos da literatura nacional e patrono da cadeira n 1 da casa que completou, ontem, 80 anos de existncia. Oito dcadas de valorizao Quinta Arte. O marco ser comemorado em parceria com a Fundao Joaquim Nabuco (Fundaj), nos dias 23 e 24 de setembro, no circuito de conferncias Celebrao da Memria Cultural, transmitido no canal da Fundaj, no YouTube.

NOMES ILUSTRES

Fundada em 14 de setembro 1941, a Casa de Coriolano de Medeiros j teve suas cadeiras ocupadas por nomes ilustres como o dramaturgo Ariano Suassuna (19272014), o ex-governador da Paraba Tarcsio Burity (19382003) e o jornalista Jos Numanne Pinto, ganhador do Prmio Esso de Jornalismo Econmico, em 1976. A relao entre Pernambuco, onde est sediada a Fundao, e a Paraba no recente. Para alm dos episdios histricos que partilhamos, se evocarmos a literatura, sabido que fomos o solo firme para nomes e geraes que vo de Augusto dos Anjos at Ariano Suassuna. Por isso, trazemos um sentimento familiar com essa parceria. Sentimos que estamos em casa, disse o presidente da Fundaj, Antnio Campos.

PAPEL DAS ACADEMIAS

Para o diretor de Memria, Educao, Cultura e Arte (Dimeca), da Fundaj, Mario Helio, a responsabilidade das academias est alm da seleo de seus acadmicos. Elas tm uma aura e um simbolismo que as fazem desejveis menos por causa da imortalidade, que desde a antiguidade uma esperana dos poetas e dos religiosos, e mais pela conscincia de pertencimento. Seja um mdico, um jornalista, um historiador ou qualquer outra profisso, o reconhecimento obtido ao integrar uma academia o da eleio para convvio em torno das boas ideias transformadas em livros e aes de alto interesse coletivo, reflete.


HISTRIA

Primeira mulher a presidir a APL, ngela Bezerra de Castro recorda os momentos histricos em que esteve presente junto entidade. Como a posse de Ariano cadeira n 35, no Teatro Santa Roza. Admiradora e amiga, ela acompanhou o escritor de mos dadas durante sua entrada na solenidade. Amizade que surgiu da paixo dos dois pelo poeta lusitano Lus de Cames e que ficaria eternizada na obra pstuma do paraibano, "A Ilumiara: Romance de Dom Pantero no Palco dos Pecadores" (Nova Fronteira, 2017).
Professora por vocao desde os 19 anos,ngela tambm narra sua
vida permeada pelas letras e o ensino. Como a participao na Campanha de Educao Popular da Paraba, em 1962, um marco do ensino de jovens e adultos inspirado no Mtodo Paulo Freire. No por acaso, se autodenomina uma batalhadora pelo ensino da leitura. O que a fez crtica literria. Hoje a primeira mulher a assumir a APL. Um acontecimento histrico, sem dvida, assinala. Das 40 cadeiras, apenas cinco esto ocupadas por mulheres.

PROGRAMAO

As comemoraes pelos 80 anos da APL vo transcorrer nos prximos dias 23 e 24 de setembro.
Na edio de sexta-feira prxima O PODER PARABA vai trazer outros depoimentos e a marcante programao do evento.