Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Poltica e Mercado

Notcias

21 de jul | CNN Brasil

MATRIA ESPECIAL

INDICAO DE MENDONA PARA O STF SUBIU NO TELHADO
A reconduo de Augusto Aras para o comando da Procuradoria-Geral da Repblica no diminuiu as resistncias indicao do atual advogado-geral da Unio, Andr Mendona, para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal).
Se antes Aras era citado por senadores governistas e oposicionistas como uma alternativa a Mendona, agora eles tm defendido ao Palcio do Planalto o nome do atual presidente do STJ (Superior Tribunal de Justia), Humberto Martins.

MAS...
Martins, que alagoano e adventista, chegou a ser considerado, no incio do ano, pelo presidente Jair Bolsonaro para a indicao. Ele conta com a simpatia do presidente da Cmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), aliado do Palcio do Planalto.
Porm a proximidade de Martins com o relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), no entanto, levou Bolsonaro a descartar o nome. Calheiros visto hoje como um adversrio do Palcio do Planalto e um provvel aliado do ex-presidente Luiz Incio Lula da Silva na campanha presidencial de 2022.

SABATINA
Com resistncias confirmao de sua indicao, Mendona pode ser sabatinado pelo Senado Federal apenas em setembro.
A data da sabatina deve ser definida apenas no retorno do recesso parlamentar, no incio de agosto, em conversa entre o presidente da CCJ (Comisso de Constituio e Justia), Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco.
Com a ausncia de senadores na capital federal at o incio de agosto, o indicado ao STF teve de adiar reunies, o que, segundo aliados do ministro, mais um fator que justifica a marcao da sabatina na CCJ apenas para o ms de setembro.

SOU MAS NO SOU
Nas conversas que iniciou desde a semana retrasada, Mendona tem minimizado o fato de ser pastor presbiteriano e ressaltado que o fato de ser evanglico no pautar a sua atuao no STF.
At mesmo Alcolumbre apontado como um dos senadores com reservas indicao. At que o nome seja avaliado pelo Senado Federal, a quem cabe aprovar ou no os indicados para a Corte, Mendona seguir no seu atual cargo, como advogado-geral da Unio.