---208
--- Jornal O Poder - Notcias
Jornal O PODER

Seja bem-vindo ao Jornal O PODER

Poltica e Mercado

Notcias

10 de jun | Carlos Andr Cavalcanti

DIVERSIDADE RELIGIOSA

OS NO PRATICANTES
Para considerar que um determinado adepto de uma religio no um praticante dela, preciso conhecer profundamente os rituais e o imaginrio que compem esta religio. Tambm preciso saber se existe na religio dele uma variedade de perfis com diversas formas de adeso. O foco cientfico o grande desafio, pois atos ntimos escapam ao escopo de prtica, como orar, fazer promessas, aderir a condutas e valores, etc

CATLICO NO PRATICANTE?
muito comum ouvir-se referncia a um tipo de catlico que seria no praticante por no frequentar missas e outros rituais catlicos romanos oficiais. Este dado importante para o clero catlico, que deve zelar pela boa frequncia dos fiis. Porm, no um dado central para compreendermos o campo religioso brasileiro e a hegemonia catlica ainda existente. que ocorre uma adeso interior, de foro ntimo, que no passvel de levantamento estatstico.

HIBRIDISMO
Alm de ser possvel seguir a maioria das religies de maneira pessoal, ntima e privada sem precisar frequentar templos e ritos, o Brasil ainda possui um grande ndice de hibridismo religioso. Ou seja, milhes de brasileiros seguem mais de uma religio ao mesmo tempo. at possvel parecer ser o tal catlico praticante e frequentar concomitantemente o espiritismo ou o candombl, por exemplo. Neste caso, o fato de ser um praticante frequente invalida o pressuposto de que a prtica aumenta a adeso.

DE QUE SERVE O DADO?
Em outras palavras, pesquisar prtica religiosa no Brasil passa pelo levantamento de quantas e quais religies cada indivduo considera como suas... O tabu social vai levar a maioria a dizer que segue apenas uma. A pesquisa precisa ser metodologicamente acertada para chegar a esta multiplicidade de adeses, que muito mais comum do que possa parecer. A, ter-se-ia um levantamento muito mais rico do que aquele que feito pelo censo nacional oficial.

VAI DO CORAO
Se podemos falar em uma adeso verdadeira, aquela que ocorre no corao da pessoa religiosa. L, no ntimo da alma, onde vive o mistrio que cada um carrega dos eufemismos - destas ou no, diga-se! - que permitem viver com Esperana. Este mistrio permanece inacessvel aos mtodos cientficos. Da, o estudo das religies ser to fascinante!

Postado em www.jornalopoder.com.br